VIDA DOS SANTOS
18 de junho de 2016
REFLEXÃO DA PALAVRA
18 de junho de 2016

VIDA DE ORAÇÃO

A caridade jamais acabará ICor 13,8

“Quando eu era criança, falava como criança, pensava como criança, raciocinava como criança. Desde queme tornei homem, eliminei as coisas de criança.I Cor 13, 11”.

Enquanto criança rezamos como crianças, buscamos a Deus através de pedidos, pedimos e pedimos, na pureza e sinceridade de uma criança e também em sua imaturidade. Buscamos a Deus, não naquilo que nos edifica e santifica e sim, normalmente, naquilo que queremos: um brinquedo, um passeio, uma roupa e tantas outras.

O tempo passa, ganhamos idade, adquirimos um diploma, naturalmente reconhecemos a criança que éramos, nos enxergamos maduros, capazes e decididos, voltamos o nosso coração a Deus, agora com orações mais maduras e com palavras encantadoras.

Quando não trocamos nosso carrinho por um carrão elevamos nossos pedidos novamente ao nosso umbigo, “pela nossa saúde, pelos nossos filhos, pela nossa igreja, para nosso vizinho” o que não é ruim.

Buscar a Deus é sempre muito bom e necessário, é nosso dever e salvação. Acontece que agora sendo adultos, somos chamados a orar como adultos, o EU e o MEU deve dar lugar a ELES e a NÓS, não é apenas na mudança da pessoa que pronunciamos, é também na mudança do Coração que constantemente deve se dobrar a Caridade, fruto da ação do Espírito Santos em nós. A Caridade a qual somos chamados a viver!

Não só abrir nossa boca para pronunciar, mas também nosso coração para olharmos para nosso próximo, naquele que precisa e espera de nós, aquele que sofre em seu deserto espiritual, aquele que abandona a graça e se entrega ao seu destino. Abrir nosso corações em nossos encontros com Jesus para que seja transformado na entrega do outro, numa verdadeira conversão a Caridade.

As profecias desaparecerão, o dom das línguas cessará, o dom da ciência findará. A caridade jamais acabará.

 

Por André – Missionário MED

3 Comentários

  1. Welington disse:

    Parabéns, excelente Artigo! Nos faz pensar.

  2. Sandra disse:

    Podia falar sobre cura e libertação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *